Pesquise a sua casa passo a passo

SIGA OS SEGUINTES PASSOS PARA OBTER O SEU RELATÓRIO DE VALOR IMOBILIÁRIO

  • 1 Preencha o formulário abaixo com os dados do fogo cujo valor/renda pretende determinar.
  • 2 Confirme antes de submeter o formulário.
  • 3 Preencha os campos com os seus dados de contacto.
  • 4 Proceda ao pagamento eletrónico do serviço. Cada Relatório tem um preço de 30,00€.
  • 5 Os dados do imóvel serão reportados à Confidencial Imobiliário (Ci) que em 24 horas* devolve um relatório por via eletrónica. Antes de serem enviados, os resultados são validados por um técnico da Ci, recorrendo à análise estatística do mercado / tipologia selecionados.
  • * No caso de pedidos realizados aos sábados, domingos ou feriados, ou após as 18h00, as 24 horas contam-se a partir das 9h00 do 1º dia útil seguinte.

Notícia

A Formação Profissional tem de responder às necessidades das empresas

A falta de mão de obra especializada sentida pelas empresas do Setor e a incapacidade, por parte do sistema educativo e, em particular, da formação profissional para criar uma oferta alinhada com as necessidades das empresas e do mercado de trabalho, já foi assumida, de forma transversal, como um dos constrangimentos que o País precisa de superar rapidamente

Opinião

Manuel Reis Campos

Presidente da CPCI – Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário


É, por isso, sem surpresa que, no programa do novo Governo, o desafio estratégico “Sociedade Digital, da Criatividade e da Inovação”, prevê medidas como um acordo estratégico sobre formação profissional e aprendizagem ao longo da vida, o estímulo à formação profissional no quadro da negociação coletiva, ou mesmo um programa de investimento integrado na requalificação das instalações e da infraestrutura tecnológica dos centros de formação.

Porém, como temos repetidamente afirmado, a questão essencial prende-se, logo à partida, com o progressivo desvirtuamento da formação profissional, a qual, ao invés de responder diretamente à evolução do mercado do trabalho, tem sido subjugada a uma política de educação totalmente afastada da realidade das empresas e com reflexos evidentes ao nível das insuficiências de mão de obra qualificada.

Ao incluir a medida “Robustecer a ligação da formação profissional ao mercado de trabalho” no seu Programa, o Governo vem reconhecer a importância de recuperar as vantagens de um modelo que, no passado, deu excelentes resultados. O “robustecimento, consolidação e alargamento da rede de formação setorial dos centros de gestão protocolar do IEFP” que é anunciado é, sem qualquer dúvida, o caminho que deve ser seguido, uma vez que, acima de tudo, está em causa a articulação entre o mundo empresarial e a oferta formativa.

Esta interligação não pode ser, apenas, teórica e, para isso, as especificidades de cada setor têm de estar permanentemente a ser avaliadas. Para além das necessidades do curto prazo, há que olhar para as áreas de futuro, para as novas competências e para o digital. A Reabilitação Urbana, a Construção 4.0., as Cidades Inteligentes, os desafios da Sustentabilidade e da Eficiência Energética, são alguns exemplos do que refiro.

A Formação Profissional tem de responder às necessidades do tecido empresarial, deve criar condições de competitividade às empresas e o acesso a uma carreira profissional com perspetivas de estabilidade e de remuneração atrativa aos trabalhadores, em especial, aos nossos jovens.

Tal como acontece na restante Europa, cabe ao Setor da Construção e do Imobiliário um importante papel no futuro do País. A construção das infraestruturas que há muito estão identificadas como essenciais para a nossa competitividade, a atração de investimento nacional e estrangeiro para Portugal, ou o alargamento da reabilitação urbana a todo o País, apenas para citar algumas matérias estruturantes, são áreas em que se exige, às nossas empresas, uma resposta efetiva. A Formação Profissional não pode continuar alheada desta realidade e tem de regressar às suas origens, ou seja, à esfera do mercado do trabalho e ao contacto contínuo com os diferentes setores de atividade.