Pesquise a sua casa passo a passo

SIGA OS SEGUINTES PASSOS PARA OBTER O SEU RELATÓRIO DE VALOR IMOBILIÁRIO

  • 1 Preencha o formulário abaixo com os dados do fogo cujo valor/renda pretende determinar.
  • 2 Confirme antes de submeter o formulário.
  • 3 Preencha os campos com os seus dados de contacto.
  • 4 Proceda ao pagamento eletrónico do serviço. Cada Relatório tem um preço de 30,00€.
  • 5 Os dados do imóvel serão reportados à Confidencial Imobiliário (Ci) que em 24 horas* devolve um relatório por via eletrónica. Antes de serem enviados, os resultados são validados por um técnico da Ci, recorrendo à análise estatística do mercado / tipologia selecionados.
  • * No caso de pedidos realizados aos sábados, domingos ou feriados, ou após as 18h00, as 24 horas contam-se a partir das 9h00 do 1º dia útil seguinte.

Notícia

IFRRU 2020 abre primeiras candidaturas

Segundo Abel Mascarenhas, presidente da Comissão Diretiva deste instrumento, será potenciado um investimento superior a 2000 milhões de euros

Na antecâmara da abertura do prazo de recepção das primeiras candidaturas, o IFRRU 2020 congrega já recursos públicos que alavancam os fundos europeus – os primeiros financiadores – “em 14 vezes”. Segundo Abel Mascarenhas, presidente da Comissão Diretiva do Instrumento Financeiro Reabilitação Urbana, o “período de candidaturas vai abrir ainda este mês de outubro”, estimando-se que, “no total, potencie um investimento de mais de 2000 milhões de euros”.

Sendo cada projeto limitado a 20 milhões de euros, obtém-se “uma diversificação da carteira de investimentos e que, como tal, cheguemos a um maior número de projetos”. O Plano Nacional de Reformas estima a intervenção em cerca de 1800 edifícios.

Trata-se do ano de arranque do IFRRU 2020 no terreno. Segundo dados do INE, existem cerca de um milhão de edifícios com necessidades de intervenção. No que se refere ao financiamento, “a avaliação ex ante realizada no âmbito do Portugal 2020 identifica um ‘gap’ de financiamento para a reabilitação urbana na ordem dos 1250 a 1750 milhões de euros”, refere o mesmo responsável.

Nos termos da legislação comunitária aplicável, o investimento em reabilitação urbana está limitado a 20 milhões de euros e, na componente de eficiência energética, a 10 milhões. No entanto, estes limites “não impedem o financiamento de múltiplos projetos do mesmo promotor que, isoladamente, sejam enquadráveis, mas cujo investimento agregado” supere os referidos montantes.



Vocação abrangente

A vocação do IFRRU 2020 é a reabilitação integral dos edifícios e de zonas industriais abandonadas e, complementarmente, o aumento do desempenho energético desses edifícios. Sendo a reabilitação um instrumento de revitalização do território, os empréstimos IFRRU 2020 estão disponíveis em todas as regiões do país, e não apenas aos centros urbanos.

O IFRRU 2020 pretende chegar a todo o tipo de beneficiários, sejam eles singulares ou coletivas, públicas ou privadas. Para os projetos que não disponham de garantia bastante, o IFRRU 2020 disponibiliza ainda, alternativamente, uma garantia através do Sistema Português de Garantia Mútua.

Neste sentido, “atuamos em todo o país incidindo nas áreas que os municípios escolheram como prioritárias, as Áreas de Reabilitação Urbana (ARU), e não temos limitações ao uso a conferir ao edifício após a intervenção, o que é também uma novidade em termos de aplicação das dotações dos fundos europeus que tradicionalmente não atuavam em edifícios destinados a habitação”.

Por outro lado, “este instrumento deve ser visto em articulação com os demais apoios disponíveis, em especial os apoios não reembolsáveis disponibilizados pelo Portugal 2020”, aponta Abel Mascarenhas.

Este é um instrumento financeiro igualmente vocacionado para as comunidades desfavorecidas. “O IFRRU 2020 apoia os titulares das frações privadas inseridas em edifícios de habitação social, que de outro modo não poderiam obter apoios para as intervenções nas suas habitações”. Estes edifícios devem estar localizados nos Planos de Ação Integrados para as Comunidades Desfavorecidas (PAICD) definidos pelos Municípios.

Legenda para foto – O IFRRU 2020 pretende chegar a todo o tipo de beneficiários



Instrumento competitivo

O IFRRU 2020 é um instrumento financeiro criado no âmbito do Portugal 2020 que disponibiliza, através da banca comercial, empréstimos em condições mais vantajosas para reabilitação urbana, incluindo intervenções ao nível da eficiência energética.

Este disponibiliza produtos mais competitivos do que aqueles que existem atualmente no mercado: maturidades mais longas (até 20 anos), período de carência mais alargado (até quatro anos) e taxas de juro inferiores às praticadas no mercado. A dotação total do IFRRU 2020 é de 1400 milhões de euros, dos quais 703 milhões são recursos públicos.