Pesquise a sua casa passo a passo

SIGA OS SEGUINTES PASSOS PARA OBTER O SEU RELATÓRIO DE VALOR IMOBILIÁRIO

  • 1 Preencha o formulário abaixo com os dados do fogo cujo valor/renda pretende determinar.
  • 2 Confirme antes de submeter o formulário.
  • 3 Preencha os campos com os seus dados de contacto.
  • 4 Proceda ao pagamento eletrónico do serviço. Cada Relatório tem um preço de 30,00€.
  • 5 Os dados do imóvel serão reportados à Confidencial Imobiliário (Ci) que em 24 horas* devolve um relatório por via eletrónica. Antes de serem enviados, os resultados são validados por um técnico da Ci, recorrendo à análise estatística do mercado / tipologia selecionados.
  • * No caso de pedidos realizados aos sábados, domingos ou feriados, ou após as 18h00, as 24 horas contam-se a partir das 9h00 do 1º dia útil seguinte.

Notícia

Montijo: Millennium bcp tem para venda dois lotes de terreno para construção

Os lotes estão localizados numa zona urbana, junto à praça de touros do Montijo, a cerca de 800 metros do centro da cidade. Têm capacidade para a construção de dois edifícios, num total de 130 fogos e 28 espaços comerciais. O preço é de 1.300.000€ e 1.100.000€.

A procura de habitação na margem sul já disparou há algum tempo. Um facto que tem vindo, cada vez mais, a intensificar-se, diz Carlos Marques, da Carpe Domus. O responsável, apesar de admitir que os preços, fruto dessa maior procura, têm vindo a subir, estão ainda longe dos praticados pela “vizinha” Lisboa, pelo que esta geografia, nomeadamente o Montijo, constitui um apetecível lugar para viver e, obviamente investir. “O Montijo tem tido um dinamismo imobiliário muito grande. É verdade que os preços têm vindo a subir, tal, como em Lisboa. Mas não são os preços praticados na capital, por isso são muito mais interessantes, para além das áreas dos novos apartamentos serem muito simpáticos, o que constitui mais um atrativo”, disse Carlos Marques ao Público Imobiliário.

É a procura de novas formas de vida, mais tranquilas e menos urbanas da azáfama estafante, sem se perder a vida noturna de restaurantes, bares e comodidades relacionadas com o comércio e os serviços. Por exemplo, o desenvolvimento que se tem observado em Alcochete onde, não só casais novos que cresceram na zona de Lisboa e seus subúrbios, começaram a descobrir os encantos da outra margem e onde a construção se desenvolveu e assim continua, com boas ofertas de novos restaurantes e bares, como os estrangeiros se sentiram atraídos por essa margem e onde agora se constroem apartamentos de luxo para este target. E o Montijo não foge a esta movimentação.

A acrescer a toda esta dinâmica, o apelo do novo aeroporto não deixa de ser um fator relevante, apesar de não preponderante no crescimento da componente residencial e oferta comercial do Montijo. Há uma procura efetiva por produtos acabados, novos e de boa qualidade, mas a oferta ainda tem muito que acelerar para acompanhar esta dinâmica. “Com as notícias de um eventual aeroporto no Montijo, que fez subir ligeiramente a procura, é normal que o mercado se tenha tornado ainda mais apetecível do que já era”.

Neste momento, o Millennium bcp tem em carteira dois lotes de terreno que, por si só e pelas caraterísticas da sua localização, não poderão passar ao lado de investidores e construtores ou promotores atentos ao que o mercado precisa e absorve.



Lotes em zona urbana

Os lotes de terreno em destaque, estão localizados numa zona urbana, junto à praça de touros do Montijo, a cerca de 800 metros do centro da cidade, com capacidade para a construção de dois edifícios, num total de 130 fogos e 28 espaços comerciais. Beneficiam de bons acessos rodoviários, distando aproximadamente 2 km da A33 que liga à Ponte Vasco da Gama, para além de espaços comerciais e de serviços muito perto. Para estes lotes, encontra-se aprovado um PIP (Pedido de Informação Prévia), do qual é conhecida a edificabilidade respetiva e permite aferir da viabilidade de qualquer projeto de construção que venha a ser desenvolvido.

Segundo este PIP, está prevista a construção de habitação coletiva com comércio em ambos os lotes (lote 2 e lote 4), com áreas de implantação de 1.800 e 3.000m2 respetivamente. No global, são mais de 17.000m2 de Área Bruta de Construção (ABC) para a componente residencial, com 60 e 70 fogos, e 4.800m2 de ABC para a componente de comércio, com 8 e 20 espaços comerciais.

Carlos Marques admite ser um ativo interessante para construtores e investidores, quer nacionais mas também estrangeiros “que vêm cada vez mais Portugal, como uma boa oportunidade de investimento”.

Ramiro Gomes, responsável de vendas Grandes Imóveis Sul da Direção de Crédito Especializado e Imobiliário do Millennium bcp, destaca deste imóvel a sua localização, em zona urbanística consolidada, numa cidade em transformação e a sua capacidade edificativa elevada. “Acreditamos no elevado interesse deste produto, decorrente não só dos fatores atrás referidos, mas também da proximidade à cidade de Lisboa, onde os preços sofreram um grande incremento e do desenvolvimento urbano na região onde os terrenos se localizam”.

O potencial da região, com excelentes acessos rodoviários e a possibilidade de novas infraestruturas como o novo aeroporto, são outros fatores que, Ramiro Gomes acredita favorecerem o interesse por estes terrenos. “Este ativo, dadas as suas caraterísticas, será sem dúvida apelativo, tanto a construtores, como a construtores/promotores, quer sejam de nacionalidade portuguesa ou estrangeira a operar em Portugal”.

De resto, segundo este responsável, o banco tem concretizado diversas vendas de terrenos para construção no Montijo, “parecendo-nos haver alguma falta de oferta de bons produtos habitacionais para o comprador final e uma procura crescente”.