Pesquise a sua casa passo a passo

SIGA OS SEGUINTES PASSOS PARA OBTER O SEU RELATÓRIO DE VALOR IMOBILIÁRIO

  • 1 Preencha o formulário abaixo com os dados do fogo cujo valor/renda pretende determinar.
  • 2 Confirme antes de submeter o formulário.
  • 3 Preencha os campos com os seus dados de contacto.
  • 4 Proceda ao pagamento eletrónico do serviço. Cada Relatório tem um preço de 30,00€.
  • 5 Os dados do imóvel serão reportados à Confidencial Imobiliário (Ci) que em 24 horas* devolve um relatório por via eletrónica. Antes de serem enviados, os resultados são validados por um técnico da Ci, recorrendo à análise estatística do mercado / tipologia selecionados.
  • * No caso de pedidos realizados aos sábados, domingos ou feriados, ou após as 18h00, as 24 horas contam-se a partir das 9h00 do 1º dia útil seguinte.

Notícia

Reabilitação de edifícios habitacionais sobe 18,8%

Nos dois primeiros meses do ano, as obras de construção e de reabilitação de edifícios habitacionais aumentaram 18,8% e o número de fogos licenciados em construção nova cresceu 19,6%, em termos homólogos

Fernanda Cerqueira

São números expressivos que espelham a dinâmica da oferta e da procura de espaços habitacionais. Entre janeiro e fevereiro foram licenciadas 2.248 obras de construção e reabilitação de edifícios habitacionais e 2.627 fogos licenciados em construções novas, o que representa crescimentos de 18,8% e de 19,6%, respetivamente. Estes números constam da mais recente Síntese Estatística da Habitação, referente ao mês de abril, uma análise desenvolvida pela AICCOPN.

No que refere ao stock de crédito, concedido pelas instituições financeiras às empresas do setor da construção e imobiliário, registou, em fevereiro, uma quebra de 2,7%, em termos homólogos. De igual modo, também o stock de crédito à habitação concedido pelas instituições financeiras a particulares verificou uma redução de 1,5%, totalizando 92,86 mil milhões de euros. No que concerne ao novo crédito concedido para aquisição de habitação assistiu-se a uma subida de 21,0%.

Relativamente ao valor médio da avaliação bancária na habitação apurou-se, em fevereiro, um aumento de 4,6% em termos homólogos, fixando-se em 1.160 euros por m2. Nos apartamentos, o valor fixou-se em 1.213 euros por m2, em resultado de um acréscimo de 5,2%, em termos homólogos. Nas moradias, o valor médio de avaliação bancária foi de 1.065 euros, o que traduz um aumento de 3,4%, face a fevereiro de 2017.

Por regiões, a Síntese Estatística da Habitação destaca o Algarve, onde foram licenciados 213 fogos em construções novas até fevereiro, um aumento de 17,0%, em termos homólogos. Destes, 42,7% são de tipologia T2 e 27,2% de tipologia T3. Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em fevereiro, um aumento em termos homólogos, de 5,4% para 1.454 euros por m2.