EMPREENDIMENTOS

Rodrigo da Fonseca 43

Fazendo uma análise geral do mercado, 2019 foi um ano de consolidação da oferta, revelou Miguel Cabrita, board member da Mexto, empresa suíça de investimento imobiliário com forte presença em Portugal. “Uma boa parte dos projetos em papel começaram finalmente a ser construídos e alguns players a entregar produto final”. Segundo o responsável, a oferta residencial aumentou bastante, o que significa uma maior competitividade de mercado e mais escolha para o cliente final, mas também uma desaceleração da subida dos preços de venda. “O desafio, para todos, passou a ser a capacidade de diferenciação e o fator atratividade de cada produto ganhou maior preponderância”. E é aqui que Miguel Cabrita diz que o trigo começa a separar-se do joio e quem tiver mais trunfos na manga, continuará a ter sucesso nas suas operações comerciais. “A Mexto sempre investiu em zonas prime e localizações que, per si, revelam uma grande atratividade, logo, 2019 foi também um ano de arranque das vendas”. Em termos intrínsecos, o responsável diz que a Mexto viveu um ano de franco crescimento e mudança tanto orgânico, com a entada de novas pessoas na equipa, como na evolução dos seus projetos, tendo arrancado com as duas primeiras obras, o Avencas Ocean View Residences, um empreendimento na primeira linha de mar com vistas fantásticas e o Rodrigo da Fonseca 43, cuja localização dispensa apresentações. “Por esta principal razão, o ano de 2019 foi para a Mexto especialmente marcante pela positiva”.

No contexto estratégico core que a empresa tem vindo a seguir, destinado na maioria a uma gama de ultra-luxo, está previsto o lançamento de mais um empreendimento, no Príncipe Real, denominado Maison Eduardo Coelho e que se encontra em fase de “waiting list”. Ou seja, quem tiver interesse poderá registar os seus dados através do site maisoneduardocoelho.pt e integrar uma lista a quem a Mexto irá apresentar, em primeira mão, o projeto.

Entretanto, a empresa tem acompanhado a procura de mercado e está a planear um conjunto de empreendimentos destinados à classe média, como não poderia deixar de ser. “Estamos conscientes de que a tendência de mercado será nesta linha, logo, há muito que já vimos a investir em novos projetos desta natureza, ou seja construção nova em zonas de forte cariz residencial, mas onde seja possível praticar preços à medida do bolso da maior parte das famílias nacionais”.

O primeiro, com previsão para se apresentar ao mercado já no início do verão – isto de o panorama Covid-19 assim o permitir –, nos Olivais e muito perto do Parque das Nações. Terá cerca de 90 apartamentos de tipologias T1 a T3 duplex e conta com a assinatura do arquiteto Miguel Saraiva. “Em carteira temos, ainda, mais dois projetos em fase de licenciamento, também focados neste segmento: o Prior do Crato e o Ajuda Garden Residences. Este último será, seguramente, um dos projetos âncora na zona da Ajuda, uma parte da cidade de Lisboa muito querida pelo target nacional e que muito precisa de projetos com o selo de qualidade como o nosso”. Para desvendar um pouco, será um condomínio privado com uma grande piscina comum, que irá oferecer 44 apartamentos distribuídos em 3 blocos de edifícios, de tipologias T1 a T4, alguns com vistas rio. Se a atual conjuntura contingencial o permitir, a Mexto estima que ainda este ano possa ser lançado ao mercado.

Até ao momento, a Mexto tem vindo a atuar em Portugal exclusivamente no mercado residencial, onde implementou uma estratégia de desnatação, o que significa colocar no mercado algo muito exclusivo, de elevada qualidade e condizente com os níveis de exigência próprios do segmento em que atua, que muito poucos trabalham em Portugal: o ultra-luxo.

Localização: Lisboa

A poucos passos do Príncipe Real, Avenida da Liberdade e do Parque Eduardo VII, tendo como vizinhos alguns dos hotéis mais famosos e rodeada das lojas e restaurantes mais elegantes e luxuosos, esta zona do centro de Lisboa é um bairro de classe superior muito dinâmico do qual poderá desfrutar.

Tipologias: T3 a T4 Duplex

Áreas: 140 m² a 290 m²

Atelier: BFJ Arquitectos |Appleton e Domingos Arquitectos

Contactos:

+351 213 461 050

[email protected]

Relacionados