Infante & Riu: confiança e segurança

10/10/2020
sara_starcube.jpg

Sara Infante, CEO e cofudadora

Quais as medidas para fazer visitas com os clientes?

No que diz respeito à atividade dos consultores no exterior do escritório, nomeadamente durante as visitas com compradores, utilizamos luvas, proteção de sapatos, e cuidado rigoroso na desinfeção das mãos e das maçanetas das portas, e se for necessário utilizar canetas para preenchimento do relatório da visita pelo cliente ou formulário de proposta, temos o cuidado de usar canetas retiradas no momento de invólucros desinfetados. A utilização de toalhetes desinfetantes para limpeza regular dos telemóveis é outro cuidado presente. A sensação transmitida aos clientes é a da perceção de que na realidade o cuidado é permanente.

Os nossos métodos de trabalho e de qualificação previa dos clientes compradores, já antes da pandemia nos permitia franquear as portas dos imóveis a um número apenas correspondente ao necessário de visitantes, com controlo prévio e devidamente qualificados. Neste momento, essa preocupação com a devida qualificação dos clientes compradores redobrou.

O recurso a visitas virtuais, ou seja, recorrendo a filmes de imoveis realizados por profissionais bem formados para o efeito e utilizando plataformas de comunicação digital eficientes, garante uma alternativa à visita tradicional, acrescentando se necessário um mais elevado grau de segurança. Reduzindo os riscos ao mínimo permite-nos trabalhar de forma confiante.

Na Infante & Riu estamos preparados para garantir o cumprimento dos mais elevados padrões de segurança em ambiente de visita.

Até que ponto esta nova realidade veio alterar a forma de comunicar e comercializar os vossos ativos?

Os clientes passaram de um modo geral a valorizar ainda mais os contactos iniciais com a I&R via telefone e email. As reuniões presenciais são reduzidas ao mínimo essencial. Muitos negócios se desenvolvem de forma consistente, apenas condicionados a uma visita presencial final ao imóvel, antes do comprometimento, assinatura de contrato promessa ou escritura.

A comunicação da I&R no que respeita à divulgação dos seus imóveis também se aperfeiçoou na utilização de vídeo visitas, apresentações 3D, e com os vídeos de apresentação dos imoveis do seu portfolio.

Quais as soluções que atualmente o cliente mais privilegia?

Os clientes privilegiam a receção de informação multimédia de qualidade, numa fase de pré-seleção dos imoveis. Numa segunda fase, gostam de completar a recolha de informação pormenorizada sobre o imóvel escolhido, com um vídeo visita com transmissão em direto (live stream), realizada pelo consultor que o tem vindo a acompanhar à distancia, permitindo por exemplo a clientes compradores no estrangeiro, esclarecer duvidas pontuais e decidir pela aquisição. Por norma, os clientes internacionais apenas marcam viagem para estarem presentes no ato da compra, após os consultores terem feito visitas virtuais.

O recurso a reuniões por vídeo conferencia, usando as plataformas como o google meet ou zoom, entre o consultor e o cliente comprador, alargando a lista das presenças na reunião, ao proprietário, a um projetista ou a qualquer outro consultor necessário à decisão, passou a ser a solução mais frequente.

Houve baixa de pedidos de visita?

Tivemos uma baixa substancial de pedidos de vista de clientes internacionais, sendo que o número de contactos de clientes nacionais ou internacionais se manteve nos níveis normais, anteriores a pandemia, o que nos leva a concluir que o interesse na aquisição dos imóveis se manteve, e que os clientes internacionais apenas aguardam a possibilidade de viajar livremente e/ou em segurança para completarem as suas aquisições de imóveis em Portugal.

Quais as medidas implementadas para abertura em segurança do escritório?

Acabamos de adquirir e instalar vários equipamentos de sanitização do ar do nosso escritório, com tecnologia “Cold Plasma”, que se concentra na eliminação de bactérias por oxidação iónica e desativa os vírus, o que implica uma redução de bactérias e carga viral de 99,9%.

Decidimos colocar divisórias de acrílico, em todas as secretárias dos colaboradores e receção.

Colocámos um tapete desinfetante à entrada do escritório, assim como um dispensador de gel para mãos à entrada e outros distribuídos por todo o escritório, assim como toalhitas desinfetantes.

Os nossos colaboradores podem escolher um horário de entrada e saída que lhes permita encontrar os transportes públicos menos cheios, e implementámos o sistema de rotatividade de colaboradores, para minimizar o contágio, permitindo assim o respeito da distância de segurança entre os mesmos, preconizada pela DGS.

As maçanetas das portas são limpas várias vezes por dia, assim como as secretárias e mesas de reuniões. A copa está aberta para refeições, com possibilidade de ser usada apenas por uma pessoa de cada vez e com um intervalo de 10mn para arejar o ar entre 2 pessoas.

Vão participar nos próximos eventos imobiliários como feiras?

No alinhamento das novas medidas de contingência, que foram anunciadas pelo Governo com aplicação a partir do dia 15 de setembro, nomeadamente sobre a limitação dos ajuntamentos a apenas 10 pessoas no máximo, decidimos não estar presentes nas próximas feiras imobiliárias nacionais e internacionais. A segurança dos nossos colaboradores ficaria comprometida devido a exposição no atendimento aos visitantes, com um a maior risco de contágio, sendo que acreditamos que estes eventos presenciais contarão com um número menor de visitantes esperado e com potenciais filas de espera à entrada, o que pode demover os visitantes de entrarem no espaço das feiras.

Pensamos que, nesta altura existem alternativas mais seguras e eficazes, pelo que, de forma a não perder esta oportunidade de grande foco no mercado imobiliário, decidimos estar presentes de forma alternativa com duas soluções de promoção dos nossos imoveis, nomeadamente com a promoção de cerca de 40 empreendimentos no Público Imobiliário do dia 10 de Outubro distribuído durante o SIL , e com a apresentação de grande parte da nossa carteira de empreendimentos nos nossos Webinars diários que decorrerão de 6 a 16 de outubro.

Contudo, iremos participar ao Salão Imobiliário Português em Paris, o In Portugal, sendo um evento totalmente online, que decorrerá de 20 a 22 de outubro. Serão 3 dias em contacto com clientes qualificados, não só franceses como do mundo inteiro, que pretendem investir em imobiliário em Portugal para morar ou rentabilizar. Na plataforma utilizada, iremos apresentar os nossos produtos e estarão 3 pessoas, que dominam os idiomas português, francês e inglês, disponíveis para reunir ou responder a qualquer contacto.

Quais os grandes objetivos para este ano?

Uma adaptação da nossa equipa a nova realidade de mercado, procurando formas inovadoras e digitais de estar no mercado com sucesso.

IR_imo_V_cores.jpg